Publicidade

Assine o HoraHAnuncie no HoraH


Mais um gol da Alemanha

Bruno

16/06/2016 às 13:43h

                Uma sociedade corrupta. A classe trabalhadora oprimida e clamando por valorização. Os pobres sendo explorados por quem deveria cuidá-los. A saúde é um caos. A política, ao invés de buscar o desenvolvimento e o bem-estar geral, parece estar mais voltada ao próprio umbigo. Aliás, muitas vezes religião e política misturam-se de maneira desastrosa. Tudo isto em uma sociedade embebida em uma religiosidade popular cheia de objetos ungidos e consagrados.

 

                Brasil de 2016? Não, a Alemanha de 1517. As coincidências me assustam. Afinal, são 499 anos que separam uma sociedade da outra. Mas é incrível como os cenários são parecidos. O Brasil do século XXI e a Alemanha, e por assim dizer toda a Europa do século XVI. “Mais um gol da Alemanha”, já diria o poeta, ao observar as semelhanças do Brasil de hoje com uma Alemanha medieval. Claro, o juiz poderia anular “mais um gol da Alemanha”. Afinal, no século XVI nossos índios estavam começando a ter contato com uma sociedade de interesses e de exploração. Vai dizer que não foi uma grande vantagem para nós trocarmos ouro e pau-brasil por espelhos europeus?

 

                Neste sábado, dia 18 de Junho, uma bandeira será erguida. Faltam exatamente 500 dias para os 500 anos da Reforma Luterana. Sim, aquela que aconteceu em uma sociedade muito parecida com a nossa. Martinho Lutero, afrontando todo um sistema político religioso de arrecadação e manipulação, arriscou a própria vida para ecoar pelos séculos: “E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará” (João 8.32). A Reforma Luterana aponta para a graça de Deus, para a salvação pela fé em Jesus, para a Palavra de Deus como poder vivo de transformação. De cada indivíduo. E consequentemente, da sociedade.

 

                Então fica a dica: faltam 500 dias para os 500 anos da Reforma Luterana! Embalados pelo andar dos ponteiros do relógio, temos um grande exemplo a ser seguido. Em tempos onde a sociedade geme as dores da corrupção. Em tempos onde os que deveriam nos defender estão voltados aos próprios umbigos. Em tempos onde a fé e a esperança estão em canetas ungidas do vale de Israel. Em qualquer tempo, é bom sair da sombra da alienação bíblica e mergulhar no conhecimento que traz vida: Jesus. Ele é “o caminho, a verdade, e a vida!” (João 14.6). Caso contrário, “mais um gol da Alemanha”.

                






  • ACI LATERAL SECUNDARIAS