Publicidade

Anuncie no HoraHAssine o HoraH


Ele quer brilhar sobre os relacionamentos

Bruno

09/11/2016 às 18:13h

Sabe aquela história do marido falando que, em sua casa, é ele quem sempre dá a última palavra? E ao falar isto seus amigos ficam perplexos, imaginando um senhor rei comandante do lar. Mas aí ele confessa: é ele quem fala por último nas discussões do casal, saindo debaixo da cama e clamando de joelhos pela compaixão da esposa.

 

Esta história cômica faz lembrar algo natural: a tensão que há em nossos relacionamentos. Sim, até mesmo entre duas pessoas que se amam e prometeram passar o resto da vida juntas! Entre irmãos, pais e filhos, amigas, colegas de trabalho, membros de uma igreja cristã.

 

A base da sociedade é composta por estes relacionamentos dinâmicos e tensos. São relacionamentos condicionados a esta tensão. Afinal, todos são pecadores por natureza. E o pecado é um fator condicionante ao orgulho, raiva, inveja, ciúme, calúnia e inúmeros desentendimentos e brigas. Somos pecadores e nossos relacionamentos sofrerão as consequências.

 

Foi por nossas vidas e nossos relacionamentos que Jesus morreu e ressuscitou. Ele garante perdão e recomeços. Entre nós e Deus. Entre nós e as pessoas que estão ao nosso redor. Crer neste Deus Salvador é o começo da mudança: “Não façam nada por interesse pessoal ou por desejos tolos de receber elogios; mas sejam humildes e considerem os outros superiores a você mesmo” (Filipenses 2.3).

 

A fé cristã ensina a colocar o orgulho no bolso. Ensina a pedir perdão. Ensina a perdoar. Ensina que o silêncio, algumas vezes, é a melhor resposta. Ensina que nossa energia não deve ser gasta na briga para ver quem é que fala mais alto, mas gasta no simples amar, acolher e perdoar. Como Jesus ama, acolhe e perdoa os que têm relacionamentos conturbados.

 

Então fica a dica: Jesus quer brilhar sobre nossos relacionamentos dinâmicos e tensos. Ele ensina: “quem quiser ser importante, que sirva os outros, e quem quiser ser o primeiro, que seja escravo de todos” (Marcos 10.43-44). Aí está algo belíssimo aos olhos do Senhor. Não o fazer questão de demonstrar poder e fazer questão de sempre dar a última palavra. Mas o abrir mão de si mesmo e servir, amar e fazer do próximo o mais importante.






  • ACI LATERAL SECUNDARIAS