Publicidade

Assine o HoraHAnuncie no HoraH


É de graça, não custa nada

Bruno

20/01/2017 às 12:05h

Nestas férias, mais uma vez, fui indagado pelos meus filhos sobre o dinheiro que é tirado do caixa eletrônico. Na compreensão deles qualquer pessoa pode ir ao banco e pegar dinheiro. Simples assim.

Já ouvi vários relatos de outros pais que também eram questionados por seus filhos: “como é que ainda tem gente pobre no mundo? É só ir no banco pegar dinheiro! Pai, leva eles lá no banco!”.

Depois de algum tempo de conversa, consegui explicar de novo que, para ter dinheiro no banco, é preciso trabalhar. E só então vai ter dinheiro no banco para poder sacar e usar.

Explicação lógica que, às vezes, ainda não consegue romper a compreensão inocente e simples de uma criança. Que bom se este mundo infantil fosse realidade! Era só ir no banco pegar dinheiro.

Esta indagação inocente das crianças me lembra um convite especial: “o SENHOR Deus diz: Escutem, os que têm sede: venham beber água! Venham, os que não têm dinheiro: comprem comida e comam! Venham e comprem leite e vinho, que tudo é de graça!” (Isaías 55.1). Aí está o convite para saciar-se, sem custos. É como no mundo das crianças, onde nem dinheiro precisa para esbanjar-se e ser feliz.

O convite também é para você. Venha, sacie-se no amor de Jesus. Mate sua sede de perdão, sua fome de sabedoria, sua ansiedade por paz. É tudo de graça! O preço já foi pago: o precioso sangue de Jesus.

Então fica a dica: O céu está aberto, a salvação é de graça, como na mais inocente compreensão de uma criança sobre finanças. E se as crianças se preocupam com os pobres e querem levá-las ao banco para pegar dinheiro, você também pode se preocupar com aqueles que ainda não saciaram o seu coração na graça de Deus. Que tal convidá-los para satisfazer-se na palavra e no amor de Jesus?

É de graça, não custa nada.






  • ACI LATERAL SECUNDARIAS