Publicidade

Anuncie no HoraHAssine o HoraH


Outonos da Vida

Bruno

23/03/2017 às 13:38h


Após os dias quentes e ensolarados de verão, eis que o outono chegou. O sol parece que já vai perdendo um pouco da sua intensidade. Os dias vão ficando mais curtos. As folhas das árvores, antes verdinhas e cheias de vida, agora amarelam e esperam sua vez de ir ao chão. Este é o clico da vida.

Há tempos de outono na vida. Eles também acontecem depois dos verões da vida, cheios de energia e alegria. Neste outono são as nossas folhas que amarelam e caem. É tempo de se reservar e refletir. A intensidade da vida não é mais a mesma. Depressão, câncer, divórcio, crise, solidão. Eis aí algumas características desta estação da vida.

Há alguém que saboreia do mesmo outono que nós. Experimenta o processo de perder folhas e de perder a intensidade da vida. É Jesus. Não é por acaso que ele foi chamado de “Emanuel – Deus conosco” (Mateus 1.23). Jesus é Deus ao nosso lado em todas as estações da vida. Jesus, morto e ressuscitado, é Deus Salvador pronto para cuidar. E cuidar até que a última folha amarele, caia e sinalize o fim de uma vida. Não há amor maior que este.

Então fica a dica: outono é uma bela estação que nos ensina que a vida nem sempre é radiante e cheia de alegria. Há tempos das nossas folhas irem ao chão, tempos de outono. Faz parte do ciclo da vida. Grande consolo é ver Cristo no nosso outono. Afinal, a páscoa se aproxima e nos lembra que o próprio Deus deixou suas folhas perfeitas amarelarem e caírem debaixo de uma cruz. Foi por amor. Foi por você. Foi pelo outono da sua vida.






  • ACI LATERAL SECUNDARIAS