Publicidade

Anuncie no HoraHAssine o HoraH


Razões de Cantar recebe o Troféu Canto de Luz em sua quinta edição

Postado em 21/11/2016

Marcado mais uma vez pela expressividade e valorização ao tradicionalismo gaúcho, o Festival Nativista Canto de Luz chega em sua quinta edição reunindo intérpretes e compositores locais, de todo o Estado e países vizinhos. De 16 a 19 de outubro, seguindo o mesmo ritmo dos anos anteriores, o evento foi além fronteiras e trouxe ao palco do CTG Clube Farroupilha músicos do Uruguai, Argentina e Paraguai. A novidade deste ano, contudo, foi a realização da 1ª Lamparina da Canção Gaúcha, festival que abriu portas, também, para a participação de talentos em todas as idades.

 

Abrindo a última noite da 5ª edição, os resultados da Lamparina da Canção Gaúcha foram divulgados neste sábado, 19. Entre os sete cantores mirins e oito juvenis que subiram ao palco, sagraram-se vencedores desta primeira edição Luíza Barbosa Dias, em primeiro lugar pela categoria Mirim, com a música Amor à Terra; e Nathália de Carli Kollet, primeira colocação da categoria Juvenil, com a canção Sinceridade. A premiação foi realizada durante abertura da grande final ao 5º Festival Nativista Canto de Luz, seguida pelas apresentações das 16 composições classificadas nos últimos três dias, pelas fases Local e Geral. 

Entre os shows deste ano, o palco do CTG Clube Farroupilha recebeu nomes como Patrício Maicá, Luiz Cardoso e Sinfonia Gaúcha, Laura Guarani, Elton Saldanha, Grupo Parelha, Raone e Grupo Alma Xucra. Neste sábado, 19, o show de intervalo ficou a cargo do Grupo Parelha, formado por Érlon Pericles e Cristiano Quevedo. Encerrando a programação, após a divulgação dos resultados, o baile foi de Raone e Grupo Alma Xucra.

Com promoção do Município de Ijuí e Associação Cultural Canto de Luz, o 5º Festival Nativista Canto de Luz registrou um total de 789 inscrições. Pela Fase Local, que permitia concorrentes radicados em Ijuí até pelo menos três meses antes do evento, foram 39 inscritos; enquanto pela Fase Geral, que reúne intérpretes e compositores de todas as regiões do Estado, Brasil e países sul-americanos, foram 675 inscrições. Para a primeira edição da Lamparina da Canção, foram 50 inscritos na categoria Mirim, para crianças de até 14 anos; e 25 concorrentes a categoria Juvenil, até menores de 18 anos.

O primeiro lugar desta quinta edição a receber o Troféu Canto de Luz foi a canção "Razões de Cantar", com letra de Rômulo Chaves e música de Miguel Marques, interpretada por Miguel Marques e Jean Kirchoff. Na segunda colocação, recebendo o troféu Jayme Caetano Braun, a composição "Rosa dos Ventos", com letra de Rodrigo Bauer e música de Marcelinho Carvalho, interpretada por Francisco Oliveira. O Troféu Pedro Raimundo, dado à terceira colocada da noite, foi para a canção "Velha Tronqueira", com letra de Heleno Cardeal e música de Zulmar Benitez, interpretada por Cristiano Fantinel.

Também foram premiados na noite deste sábado:

 

 

Melhor intérprete

 

 

Troféu César Passarinho

 

 

Francisco Oliveira e Leonardo Paim, em ''O poema e a melodia''

 

 

 

 

 

Melhor letra

 

 

Troféu Aureliano de Figueiredo Pinto

 

 

"Rosa dos Ventos", de Rodrigo Bauer

 

 

 

 

 

Melhor melodia

 

 

Troféu Luis Menezes

 

 

"Razões de Cantar", de Miguel Marques 

 

 

 

 

 

Música mais popular

 

 

Troféu Teixeirinha

 

 

"Heranças", interpretada por José Ricardo Nerling e Rogério Knorst

 

 

 

 

 

Melhor indumentária

 

 

Troféu Gildo de Freitas

 

 

Cristiano Fantinel, em ''Velha tronqueira''

 

 

 

 

 

Melhor instrumentista

 

 

Troféu Tio Bilia

 

 

Glauco Vieira - Acordeonista, em ''Resumo de amor e lida''

 

 

 

 

 

Melhor arranjo instrumental

 

 

Troféu Honeyde Bertussi

 

 

"Rosa dos Ventos", interpretada por Francisco Oliveira

 

 

 

 

 

Melhor arranjo vocal

 

 

Troféu Leopoldo Rassier

 

 

"Nos Carteados da Vida", interpretada pelo Trio Peregrinos

 

 

 

 

 

Primeiro lugar - Fase Local

 

 

Troféu Noel Guarany

 

 

"Heranças", interpretada por José Ricardo Nerling e Rogério Knorst

 

 

 

Segundo lugar - Fase Local

 

 

Troféu Cenair Maicá 

 

 

"Milonga de Couro e Osso", interpretada por Volmir Coelho

 

 

 

 

 

Terceiro lugar - Fase Local

 

 

Troféu Apparicio Silva Rillo

 

 

"O Chimarrão e a Cadeira", interpretada José Ricardo Nerling