Publicidade

Anuncie no HoraHAssine o HoraH


Colaboradores da Unimed participam de palestra sobre o Aedes Aegypti

Postado em 27/01/2017

Dengue, zika vírus e chikungunya são doenças que vêm preocupando a população. Prevenir e reduzir a incidência de casos depende da eliminação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor.  Em palestra nesta semana, destinada aos colaboradores da Unimed Noroeste/RS, o médico veterinário da Vigilância Ambiental em Saúde, Ortiz Iboti Schroer Júnior, buscou conscientizar sobre a importância de serem eliminados os locais que possam servir para a proliferação do inseto.

Qualquer tipo de recipiente com água parada pode se tornar um criadouro. Conforme Ortiz, em uma simples “tampinha” de garrafa foram encontradas 50 larvas do mosquito. “O Aedes vai se formar quando a água for limpa”, reforçou, lembrando que não é no chão, tampouco em fossa. O médico veterinário fez ainda um alerta de que os mosquitos, em geral, estão entre os insetos e animais que mais matam no mundo anualmente, cerca de 2 a 3 milhões de pessoas.

A gerente de Gestão de Pessoas, Sandra Carneiro, relata que a iniciativa de proporcionar a palestra ao grupo está relacionada com o momento atual, com chuvas recorrentes e temperaturas elevadas, que também favorece para o aumento deste vetor de tantas doenças. “A iniciativa visa reforçar os cuidados com a saúde, seja no ambiente de trabalho, em casa ou fora dela”, reforça a gestora.