Publicidade

Anuncie no HoraHAssine o HoraH


Para evitar perda da concentração em aula, celulares são desligados em sala

Postado em 02/03/2017

 

Com o avanço das tecnologias e o acesso aos aparelhos de telefonia celular cada vez mais facilitado, dar aula se tornou uma atividade cada vez mais difícil para os professores, que tem que dividir a atenção dos alunos entre as aulas e os atrativos dos aparelhos eletrônicos.

Para evitar que os alunos não prestassem atenção em sala de aula, até mesmo para não prejudicar o rendimento dos mesmos, o Colégio Evangélico Augusto Pestana - Ceap - adotou uma medida que, em um primeiro momento, causou estranheza aos alunos, mas que depois foi encarada com naturalidade.

De acordo com o diretor da escola, Gustavo Malschitzky, o recolhimento dos celulares começou ainda no ano passado. “Já estamos no segundo ano deste processo, o aluno quando chega na sala de aula tem que desligar o celular e colocá-lo na caixa, que fica visível a todos o tempo todo. Se o professor autorizar o uso do celular para alguma atividade de pesquisa, os alunos podem fazê-lo em sala de aula, ao contrário o uso do aparelho é restringido. O celular tira a concetração e queriamos evitar isso”, explica Gustavo.

Os alunos não são obrigados a deixar o celular nas caixinhas, podem ficar com eles, mas devem desligá-los durante o período de aula. “Nenhum aluno será revistado para ver se o celular está ligado ou não, mas se caso ele for flagrado pelo professor utilizando o aparelho para uso que não seja de atividade de sala de aula, o aparelho será recolhido e entregue somente aos pais, já que essa é uma norma da escola”, conta Gustavo.

O diretor ressaltou ainda que durante todo esse período não houve nenhum problema como furtos ou danos em aparelhos. A medida é adotada até mesmo em aulas de educação física e para alunos de todas as séries. “A caixinha para guardar o celular serve como uma lembrança de que não se deve usar o celular em sala de aula, não quer dizer que é uma obrigatoriedade de que tenha que deixar o aparelho neste local especificamente”, diz o diretor.