Publicidade

topo 3topo 5topo 6


HCI amplia setor de radioterapia e instala acelerador linear

Postado em 24/11/2017

O Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) recebeu na sexta-feira, dia 24 de novembro, às 15h30,  a visita do Ministro da Saúde Ricardo Barros para a solenidade de ampliação do serviço de radioterapia do Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon), para tratamento de pacientes com câncer. Também esteve presente na cerimônia o deputado federal Darcísio Perondi.


O novo equipamento chamado acelerador linear, foi obtido através do Orçamento Geral da União. Ao todo, o Ministério da Saúde liberou R$ 5,3 milhões para a compra de equipamentos e para as obras de construção do novo bunker de concreto, local específico destinado a abrigar o acelerador e que garante segurança aos pacientes e profissionais. Mensalmente, o Cacon do HCI atende cerca de 3 mil pacientes com radioterapia, em três turnos de trabalho. Com o novo acelerador linear, a capacidade de atendimento vai dobrar. “Tivemos que dar uma contra partida financeira para finalizarmos a obra e a compra de móveis e hoje é um sonho que se realiza”, disse  Cláudio Matte Martins.

O presidente do HCI, Cláudio Matte Martins, disse ainda que esses investimentos em novas tecnologias, deixa o HCI entre os mais bem equipados do interior do Estado, junto com Santa Maria, Caxias do Sul e Passo Fundo. “ Temos que reconhecer que esse trabalho em busca de investimentos teve a intermediação importante do deputado ijuiense Darcísio Perondi. Mesmo com todo o desgaste da classe política, ele foi incansável nas causas da saúde e agora podemos comemorar essas conquistas, que vão dar um salto de qualidade nos atendimentos dos pacientes, principalmente do SUS”, avalia  Cláudio Matte Martins.

Na última estatística anual, foram realizadas no Cacon 30.412 sessões de Quimioterapia, 46.432 campos tratados em Radioterapia, 575 inserções de Braquiterapia, 24.575 (SUS) consultas no ambulatório oncológico e de especialidades do Cacon, 22.226 (SUS) atendimentos da equipe multidisciplinar (fisioterapeutas, nutricionista, psicóloga, assistente social) e 3487 (por código, retirada de pontos e curativo mesmo código) procedimentos de enfermagem (curativos, retirada de pontos, colposcopia e aplicação de medicamentos). O Sistema Único de Saúde (SUS)  representa 94,86% dos atendimentos do Cacon que é considerado o único centro de tratamento de câncer completo do interior do Estado.