Publicidade

Anuncie no HoraHAssine o HoraH


RS tem dois casos suspeitos de febre amarela na região metropolitana de Porto Alegre

Postado em 26/01/2018

O Rio Grande do Sul tem dois casos suspeitos de febre amarela. Tratam-se de um morador de Portão e outro de Dois Irmãos. Segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES), apresentados na manhã desta sexta-feira, durante reunião do Grupo de Monitoramento de Ações Estratégicas de Combate ao Aedes aegypti, no ano passado foram 42 casos suspeitos, todos com resultado negativo para a doença.

 

De acordo com o secretário estadual de Saúde, João Gabbardo dos Reis, até o momento não há casos confirmados de dengue, febre chikungunya e zika vírus no Estado. Todas essas doenças, assim como a febre amarela, são transmitidas pelo mosquito. Desde 2009, o Rio Grande do Sul não registra casos confirmados de febre amarela silvestre. Em áreas urbanas, a circulação não ocorre desde 1942.

 

Em relação à vacinação, ele lembrou que mais de 70% da população gaúcha está imunizada em relação ao vírus. “Quem ainda não foi imunizado deve procurar os postos de saúde de qualquer município”, acrescentou o secretário. Em janeiro deste ano, foi ampliada a a área de recomendação de vacinação para todos as cidades gaúchas. Foram distribuídas mais de 106 mil doses da vacina, o que representa um acréscimo de 20% em relação a janeiro de 2017.