Publicidade

Assine o HoraHAnuncie no HoraH


Vereador Andrei Cossetin se irrita com postura do prefeito

Postado em 05/06/2018

 

O vereador Progressista, Andrei Cossetin, se mostrou irritado e indignado com a postura adotada pelo prefeito de Ijuí, Valdir Heck, perante a saída de empresas de Ijuí para outros municípios. Durante a sessão da câmara de segunda-feira, Andrei ressaltou o que foi dito na reunião realizada a tarde.
"Mas oq ue mais me causa estranheza e tristeza nessa reunião foi o que o prefeito falou: 'Paciência se essa empresa for embora (Taimak)'. Que paciência tchê? Paciência, pede pro empresário que está desde 2011 esperando essa lei para gerar emprego para o município e fazer sua empresa crescer, é isso que tem que ter paciência? Paciência. Pede para um pai de família que está em um posto de saúde que o prefeito diz que não tem dinheiro pra comprar exame e remédio. Pede se tem paciência? Pede paciência para o agricultor que não tem estrada e nós mandando empresa embora, que podia estar gerando imposto para município? Haja paciência. Vamos aguentar isso até quando? Colmeia do Trabalho? Por favor, senhores, pelo amor de Deus, oq ue vamos fazer com nosso município? Enquanto os outros municípios estão ganhado empresas e investimentos nós estamos tendo paciência. Vamos ter paciência com o pai de família passando fome, não tendo emprego e recurso para colocar comida na mesa para seus filhos. Que essa paciência acabe nas eleições", esbravejou Andrei Cossetin no microfone da tribuna.

O vereador contou ainda que em 2011 a empresa Umbu recebeu um terreno em Ijuí, mas ainda não se instalou em Ijuí porque não tem ainda um local definitivo para se instalar. Andrei ressaltou ainda a decisão da empresa Taimak ir embora de Ijuí em função de não receber um local adequado para se instalar em Ijuí. 

No seu perfil na rede social Andrei Cossetin também comentou sobre o assunto:

"Estivemos reunidos ontem com o Sr. Prefeito municipal e os secretários de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente para tratar da lei de Concessão de Áreas para empresas que queiram crescer e/ou se instalar no nosso município. 
Saímos da reunião com sentimento de 'perca de tempo' pois não foi apresentado nenhum prazo para agilizar esta lei que desde 2011 trava o desenvolvimento do município. 
Eu, particularmente, saí indignado da reunião pois o senhor prefeito ao se referir a empresa Taimak que esta indo embora disse: ' PACIÊNCIA SE ESTA EMPRESA FOR EMBORA'. "