Publicidade

topo 3topo 6topo 5


Simão Hickembick é asfaltada mas não terá ligação com Álvaro Nicofé

Postado em 18/06/2018

O prefeito Valdir Heck aproveitou parte da tarde da última quinta-feira para conferir algumas obras. Ele esteve vistoriando quatro dos diversos investimentos que estão sendo feitos em Ijuí e destes três projetos estão sendo executados com pavimentação asfáltica e uma com pedra irregular. “Aos poucos estamos avançando. Passadas as dificuldades iniciais, até certo ponto, naturais de início de governo, em que precisamos tomar pé das diferentes situações, para então dar sequência ao que ficou em andamento e, também, para que possamos iniciar projetos novos, agora já estamos conseguindo imprimir nosso jeito de administrar”, observou o prefeito.

De acordo com Valdir Heck todas as obras são importantes, porque dotam o município de uma infraestrutura que responde também pela melhoria da qualidade de vida dos munícipes. “Não conseguimos fazer tudo de uma hora para outra. Por isso, fazemos o orçamento do município com a participação da população. Ela é quem nos diz onde investir. São as prioridades de cada bairro que vão para dentro do Plano Plurianual (PPA) e para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). É assim que funciona, como na nossa casa, com orçamento curto, precisamos eleger prioridades e ir gerindo os projetos de acordo com os recursos de que dispomos”, frisa o prefeito.


Com a visita realiza na tarde desta quinta-feira, o prefeito pode acompanhar o andamento de obras de pavimentação asfáltica nas ruas Simão Hickembick, Emílio Vontobel e São Boa Ventura, bem como o calçamento com pedra irregular na Rua Leopoldo Lopes Pereira.
De acordo com o secretário de obras do município, Jair da Rosa, o asfaltamento das vias não contempla a ligação com a rua Álvaro Nicofé, no bairro São José, já que esta ligação precisaria ser feita sobre a travessia da linha férrea, em área da RFFSA, sob concessão da Rumo. Há pelo menos 30 anos os moradores dos bairros Elizabeth e São José solicitam a ligação deste trecho, onde atualmente existe um barranco na Simão Hickembick e a Álvaro Chaves é uma rua sem saída, sendo que a travessia, atualmente, só pode ser feita a pé.